Comprei no Enjoei.com.br

Recentemente estou numa onda de comprar vestidos… estou evitando calça jeans pois no verão é IMPOSSÍVEL de usar calça jeans. Eu sinceramente canso de ver todo mundo usando jeans nessa calor que está e prefiro vestidos MIL vezes! Na minha humilde opinião, é bem mais feminino e confortável do que calças.

Bem, com tudo isso em mente eu decidi dar uma olhada no site do enjoei.com.br. Meu Jesuis, se estiver querendo enconomizar- não faça isso! Você irá gastar dinheiro com CERTEZA, rsrsrs. Mas vou sincera, vale muuuiiiito a  pena.

A única coisa que vc precisa fazer é se inscrever no site deles, mas vc pode usar o facebook então é bem facil! Quando você olhar o site, da para dividir pela marca que você prefere, a categoria, tudo que você quiser. Fica bem fácil de achar o que você quer.

No caso, eu estou só a procura de vestidos da Zara e Le Lis Blanc porquê eu quero algo de qualidade e eu sei que os vestidos deles duram MUITO então não tem problema comprar usado. Nem ligo para ser usado, fiz um monte de compras em brechó no EUA e super valeu a pena. Só me arrependo de não ter olhado melhor as marcas! Mas, tudo bem.

O primeiro vestido que eu comprei foi este daqui:

Vestido Zara Estampa Portugal

Vestido Zara Estampa Portugal

Eu realizei a compra no dia 08/09 e chegou duas semanas depois no dia 22/09. O preço original era 54 reais, mas fiz uma proposta de 40 reais e foi aceito. O frete ficou em 12 reais, então 52 reais total para o vestido. Nada mal, chegou novinho sem nenhum defeito!

A Segunda compra foi esta daqui:

Vestido Zara Branca

Vestido Zara Branca

Perdoe a bagunça atrás… estou de mudança e desfazendo os móveis então estou já empacotando as coisas em caixas. E como mostrado na foto, vendi minha sapateira então meus sapatos estão todos em cima das caixas, hahaha. Não fiz look com o vestido ainda pois lavei com Vanish e fiquei novinho novinho!

Este vestido comprei no dia 17/09 e foi bem rapidinho, chegou no dia 25/09. Eu não lembro o preço original, mas eu fiz proposta e saiu por 35 reais mais 12 de frete. Então, 47 reais. Fiquei MUITO feliz com o produto e a vendedora foi uma super querida, mandou um bilhetinho escrito agradecendo a compra e ainda uma pulseira de brinde! hehehe Com certeza comprarei dela novamente!

Então, a minha experiencia no Enjoei foi MUITO positiva, recomendo a todos usarem o site porquê realmente vale a pena!! Aproveitam!

Anúncios

Receita de Brownies da Mamãe

Uma receita que TUDO MUNDO sempre me pede é a minha receita de brownie, mas tenho uma confissão a fazer…. não é a minha receita- é da minha mamãe So, thanks mom!

Esta receita é super simples de fazer, mas lembra que precisa seguir os ingredientes certinho e usar tudo da maneira especificada e medir tudo certinho (xícaras americanos, ok?) para a receita dar certo. Se seguir tudo- sem erro! So, let’s go!

brownies

Mom’s Brownies Recipe

10 colheres de sopa cacau (Aquele do Padre/Nestle)

3/4 xícara óleo

2 xícaras açucar

4 ovos

1 1/4 xícara farinha

1 colher de chá de pó royal

1 colher de chá de sal

Em uma vasilha, misture o cacau, oléo, açucar e ovos com um garfo. Acrescenta o restante dos ingredientes e misture BEM. Mas é no braço mesmo ta? Nada de liquidifcador ou batedeira, misture bem com a força do braço mesmo! rsrsrsrrs

Despeja a massa em uma marinex de vidro untada com óleo. Sim, precisa ser de vidro, não aqueles de lasanha, um pouquinho menor.

Asse no forno médio por aproximadamente 30 minutos. Retire do forno quando inserir um palito no brownie e sair limpo.

(eu pessoalmente retiro do forno após 30 minutos e eu vejo que a massa está mais firme, não espero o palito sair limpo. Prefiro que o brownie fica mais molhadinho mesmo.)

Agora é só cortar e servir! Fica MUITO bom quentinho com sorvete de baunilha em cima- uma delicia!!

Do Que Você Vai Sentir Faltar do Brasil?

As pessoas sempre me perguntam do que eu vou sentir falta do Brasil, então resolvi montar uma listinha para vocês!

image

1) A comida saudável.
Ok, ok, vou dar o braço a torcer nesta…a comida brasileira SAUDAVEL é melhor que a comida americana. (Mas o junk food americano vence,ok?)

image

2. As pessoas
Durante estes ultimos anos aqui fiz muitas amizades e logico, vou sentir falta das pessoas! Colegas de trabalho, alunos, amigos da church, sentirei muito a falta!

image

3. Os SAPATOS
Adoroooo os saoatos brasileiros e vou sentir muita saudades, bua bua snif snif hahahhaa

image

4 . Salão de Beleza
Adoro salão de beleza no Brasil.. adoro as técnicas brasileiras para os cuidados da beleza, aqui a gente fica linda! (Espero nao ficar toda largada la rsrrs)

image

5. Caféééé
Sem comentarios do café do Brasil. Precisa? É o melhor café do mundooooooo e adorooo as  cafeterias espalhadas por todo lugar! Londrina falta um pouco disso, mas Curitiba tem de monteeeeeeee!

Como Foi Ser Filha de Missionário

Muitas vezes eu acho que as pessoas não me entendem. Acredito que a minha história não faz sentido. Acredito que acham que as manias que tenho é frescura, bobeira… Mas só me conhecendo, e me conhecendo MUITO bem… você irá me entender. Eu sou julgado, e muito.  Posso falar como brasileira, vestir como brasileira, as vezes até agir como uma brasileira, mas no fundo, no fundo, não sou. Não seja enganado por aparências.

miss1

Vamos começar pelo começo?

Meus pais são 100% Americanos, ambos nascidos no estado de Georgia. Minha mãe e meu pai se conheceram no High School nos Estados Unidos.. eles tocavam na Marching Band ( sim, meus pais eram nerds- JUST KIDDING MOM! Love you;) ) Começaram a namorar e fizeram faculdade. Minha mãe é formada em Enfermagem e meu pai seminário e agora muitos mestrados e acho que doutorados. Ele estuda muito então não sei exatamente quantos e tudo mais. Em fim, eles sentirem Deus chamando eles para serem missionários no Brasil. Então em 1987, meus pais virem para o Brasil.

Dois aninhos depois.. veio a minha irmã mais velha, Maria. Mais um ano, a Raquel, e mais um ano, a perfeição– eu! hahaha ok, nem tão perfeita… Todas nós somos nascidas no Brasil e temos dupla cidadania por ter nascido em território Brasileiro. Nascemos em São Paulo capital e meu marido adooooooooooraaaaa me lembrar que nasci em “berço de ouro” no Hospital Albert Einstein. (Ném é tudo isso ta gente? Meus pais tinham um plano muuuuuiiiiito bom)

miss2

Um mês depois de eu nascer, mudamos para os Estados Unidos por um ano. Vida de missionário é assim, 3 anos no Brasil, um ano nos Estados Unidos e vai e volta… vai e volta… e nestes vais e voltas… mudei 28 vezes na vida (lembrando que tenho apenas 23 anos).

**Um comentário a parte que no primeiro passaporte eu sou um bebezinho linnndoooooooooooo com um moicano vermelho. Nasci top já;) rsrsrsrrsrsrsrrss

miss3

Após voltar dos Estados Unidos, mudamos para Curitiba e ficamos lá até meus 4 anos. Passamos mais um ano nos Estados Unidos e voltamos. Ficamos em Curitiba mais um tempo e com 8 anos passamos mais um ano nos Estados Unidos. Quando voltamos, mudamos para Marilândia. Se você não sabe onde Marilândia é… eu te perdoo porquê deve ter uns 100 habitantes e para fazer exercício, você da uma voltinha na cidade. è MUITO pequeno.

Moramos em Marilândia com uma amiga de familia, que é mais irmã do que familia.. e pensando bem deve ser meio louca por permitir que uma familia de cinco pessoas morasse com ela por um ano, coitada. Passamos um ano indo e voltando de Marilândia até achar um terreno para uma igreja aqui em Londrina e uma casa para morarmos. Mudamos para Londrina e com 13 anos voltamos para os Estados Unidos.  Com 14 anos voltamos para o Brasil, desta vez com a ideia de continuar permanente aqui em Londrina.

miss4

Eu e minhas irmãs estudamos um ensino diferente, o sistema de Homeschooling. Só quando eu tinha 13 anos eu estudei em uma escola normal Americana.. o resto do tempo, com os vais e voltas.. estudamos por Homeschooling.

Com 14 anos, a minha irmã mais velha mudou para os Estados Unidos para ir para a faculdade. Celebramos o meu aniversário de 15 anos mais cedo para ela poder estar e ela foi. Nesta época acabei perdendo um pouco o contato com ela, mas quando ela terminou a faculdade e voltou para o Brasil, restabelecemos nosso relacionamento, muito melhor do que era antes.  Graças a Deus hoje nós 3 nos damos muito bem e nos amamos infinitamente.

miss5

Eu e a Raquel, minha irmã mais velha também, mas a do meio, tivemos um bom relacionamento porquê só sobrou a gente na casa. Ficamos mais juntas porquê ficávamos vendo filmes até tarde e conversando e sendo amigos uma da outra. Quando você é filha de missionário e muda muito, é quase impossível ser amigo de alguém. Sinceramente em todo este tempo, tivemos poucas amizades, as que temos a maioria foram construídas no final da adolescência. Mas com o tempo, cada pessoa segue o seu próprio caminho. E seguindo o seu caminho, Raquel também foi para a faculdade:/

Com 15 anos, uma tragédia aconteceu e meu Vô por lado do meu pai ficou com câncer linfático. Foi muito muito triste e muito muito rápido. Corremos para os Estados Unidos para dar o nosso último tchau. Foi um momento bem difícil, alguém que você conhece e ame estar mal e você não poder estar lá. Graças a Deus conseguimos ir ver ele para dar um último adeus. Sentimos muito a falta dele.

miss6

Eu me formei mais cedo, com 15 anos, quase 16. Eu fiz os últimos dois anos em um ano só porquê não aguentava mais o compromisso do estudo e não tinha mais nada para fazer mesmo… então, me formei!

Como eu era muito novinha, meus pais não queriam que eu fosse para a faculdade já.. então fiquei aqui no Brasil, viajando, comecei a trabalhar dando aulas de inglês. Após voltar do um acampamento em Curitiba, algo estava me falando… fica no Brasil. E por algum motivo louco… eu fiquei.

Com 16 aninhos

Com 15 aninhos

Só pode ter sido Deus falando para eu ficar… eu odiava o Brasil.. odiava ficar sozinha.. e do nada comecei a amar, amar tudo aqui e gostar de estar aqui. Então fiquei. Validei os meus estudos e fiz um ano de curso preparatório, paguei a UEL duas vezes, mas nunca fiz a prova pois eu achava que não passaria pois nunca estudei nada sobre o Brasil… nem a história, nem a língua, nem filosofia, nem física, coisas que não obrigatórios nos Estados Unidos. Então, fiz a prova da Unifil, e surpreendentemente eu fui bem colocada na pontuação. Fiz um ano de Administração porquê eu não sabia o que mais fazer. neste tempo conheci o meu esposo, decidi não continuar com um curso que não fazia sentido nenhum eu fazer, me foquei nas aulas de Inglês.. e continuo dando aulas até hoje.

Hoje eu estou com planos de mudar para os Estados Unidos e começar uma fase nova de vida junto ao meu marido. Sinto que agora está na hora de mudar novamente… aquela voz me falando que não é para eu estar aqui agora. Não tenho planos certos para o que vou fazer lá.. mas sei que é para eu ir. E eu irei.

A familia do lado da minha mãe, eu sou a bebê. Depois de mim veio mais uns 10 priminhos

A familia do lado da minha mãe, eu sou a bebê. Depois de mim veio mais uns 10 priminhos

Até agora, tudo isto está parecendo um post de biographia geográfica.. mas só para a minha vida fazer um pouco mais de sentido. Eu não fui criada como brasileira, cresci no Brasil e nos Estados Unidos , mas sendo educada como Americana. Eu lembro a primeira vez  que um menino foi me dar um beijo no rosto, eu estava com 14 anos e achei que ele iria me beijar na  boca, acabei correndo dele por medo e vergonha! Depois aprendi que era normal e não tinha problema algum cumprimentar com um beijo no rosto. Mas eu vou ser sincera…. eu odeio cumprimentar com beijo no rosto. Acho muito, muito pessoas. O que odeio mais que isso é quando a pessoa (especialmente homens) beija direto  com os lábios na bochecha ( sabe do que estou falando?) fico louca louca louca. Odeio.

Eu tenho um sério problema com horário. Eu sempre chego de 15 a 10 minutos cedo para qualquer evento/compromisso quando as pessoas chegam sem dar desculpas nenhuma, meia hora atrasada me deixam louca. Isso é muita falta de respeito. Se um dia você me ver irritada por casa de horário, é normal da minha cultura. Chegar 2 horas atrasados para um jantar com um mero, I’m sorry me mostra que você na da muita bola para a pessoa.

Tem muitas coisas sobre celebridades e musica que eu não sei, e não é porquê sou Americana.. mas porquê sou filha de missionária e não podíamos ver novelas, música do mundo , ir no cinema, entre outros. Não vou dizer se concordo ou não concordo, foi como a gente cresceu e pronto. Não é porquê não me interesso pela cultura, mas é que nunca vi mesmo e como vou discutir sobre algo que não sei?

Eu falo o que penso. E perdi muitas “amizades” por causa disso. Eu não gosto de ficar enchendo a pessoa de elogias e super discreto e falsamente dar minha “opinião”. Prefiro falar direto com a pessoa logo de uma vez. 

Não sei pensar em mais exemplos.. só sei o seguinte, se em algum momento você ficou irritado por mim por não cumprimentar ou beijar ou por eu ter ficado irritado por causa do horário.. não fiquei bravo comigo. Entenda que as pessoas de culturas diferentes, agem diferentes. E não é por mal.. e porquê são diferentes apenas isso.

miss9

Como criança eu te falaria que sofri “muito” como filha de missionária, mas como adulta, posso te dizer que foi uma das melhoras experiências que já tive e que sou muito grata pela educação e cuidado que os meus pais tiveram comigo e com as minhas irmãs.  Vida de missionário não é fácil… muita gente acha que é moleza… mas eu vivi a vida de missionário. Eles sofrem, não estão de férias na vida boa, na verdade raramente tenham férias, 30 dias direto, quem dera?? Estão sempre viajando, mas isso não quer dizer que é férias, na verdade cansa viajar, mas é parte da vida de missionário, estar pronto para fazer o que Deus te mandar. 

Cookies de Gotas de Chocolate

Sempre as pessoas me pedem a receita para cookies de gotas de chocolate, entao resolvi postar aqui no blog para todos terem facil acesso!

A receita vem de um livro culinaria que minha mae deu uma para mim e minhas duas irmas, tudo igual pois hoje em dia nao acha mais este livro para vender. É da Betty Crocker, mas uma das primeiras versões entao ao em vez de pedir uma caixa disso, uma lata daquilo, pede ingredientes normais como farinha, açucar, etc.

Então vamos la para a receita de cookies americanos!

**A xícara se refere a xícara americana, de 240 mls. As medidas devem ser exatas se não a receita nao da certo.

image

Cookies Americanos de Gotas de Chocolate

2 tabletes margarina culinária ou 1 xícara de manteiga. (240 gramas)
3/4 xicara açucar refinado
3/4 xícara açucar mascavo
1 ovo
2 1/4 xícara farinha
1/2 colher de chá sal
1 colher de chá bicarbonato de sòdio
1 tablete de chocolate meio amargo da garoto picado OU 1 xícara gotas de chocolate

Misture a margarina, açucares e ovo ma batedeira. Acresebta a farinha, sal, bicarbonato e continue misturando na batedeira. Acresenta as gotas de chocolate e misture novamente.
Em assadeira, despeja massa de cookie por.colher…cada cookie é aproximadamente uma colher de sopa cheia.  Asse no forno no fogo médio por approximadamente 7 minutos. Você quer tirar os cookies quando parecem que aind estão crus pois vao continuar assando depois de tirar.
Com uma espatula  tira da assadeira e deixe esfriando em uma tábua ou prato.

Bon apetit!

Less Is More?

Well, I had written this post and it was aweaome..but WordPress decided to be a pain and DELETE the WHOLE thing:( so I am a little late in posting. Better late then never.

I am known for finding sales and getting great deals. Usually I get from 50% to 90% off, here in Brazil. I used to pay around 20 to 30 reais for shirts and 40 reais for jeans….but the problem is: they don`t last or they don`t fit right. Usually cheap clothes here in Brazil are of cheap quality and don`t last at all. Most times they are crooked and something just isn`t right with the fit. Well, I have become sick and tired of this. So this year, I took on a different mentality: Less is More.
image

Last year I would shop the sales at stores like Riachuello, Marisa, and CeA, I would buy what was cheap and I would try on clothes quickly, and if it was ok I would get it. The problem is, I didn`t LOVE the clothes. With my new mentality this yeat, I want higher quality clothes, outfits that I LOVE, not that something that is just ok. I don`t want ok outfits anymore, I want things that make me look and consequently, feel great.

image

Icky clothes day. Cheap shirt I bought on sale and hadn`t worn in a while. Needless to say, once taken off it was put into the giveaway pile.

For the winter months, I didn`t splurge on quantity. I bought two coats from Zara that I LOVE. I managed to get them on sale so I didn`t pay full price. They fit great and work well with my other clothing.

image

Zara Jacket


For summer clothes, I usually spend around 200 reais for 8 to 10 shirts…this year I only bought 4 shirts for the same amount, but I only bought what I LOVED and fit perfectly. I ended up finding two great shirts at Riachuello, but I had to try on over 30 shirts to find two that fit my criteria. I was going to hold out for Zara, but then I saw that Basic was having a sale and I know their materials are of great quality so I bought the other two shirts there. So instead of quantity this year, I bought quality.
image

I have been purging my wardrobe and getting rid of pieces that have an awkward fit or don`t work with my other clothes. I want and NEED a working wardrobe. Pieces that coordinate easily and all fit correctly. I believe that clothing is an expression of the personality and also a form of art. A very fun form of art. I feel much more put together and therefore happier when I put an effort into myself. It is worth the time. It makes me feel better. Be it through exercise, clothing, hair, whatever!

I am trying to take this less is more mindset to my house. Since I am moving I keep thinking Do I really need this or is it just stuff that ONE DAY I MIGHT use? If I don`t use it frequently, consider it gone. I think I have too much STUFF and really, less is more.

The Interview with the Girl Who Looks Insanely Like Me, AKA: My Sister!

Today we have a special post on the blog, an interview with my sister Rachel! She is the blogger behind The Flustered Baker. . Today we are hosting a blog exchange to introduce ourselves a little better, so scoot on over to her blog to.read my interview! Now, let`s get to know my amazing sis!
image

My name is Rachel, and I host “The Flustered Baker.  I am also Brazil Meets America’s big sis. 😉 I grew up in Brazil, and moved to beautiful Portland, OR. While living out here, I met and married my husband. We had a diy wedding, and it was lovely. I bake, cook, and generally make a mess in the kitchen.

rachelblog3


1. Tell me of your cooking experience and how you got involved with cooking/baking. Why is baking your passion?
When I was growing, mom always made us help with dinner. I remember peeling potatoes and carrots, or scrubbing then when I was still very young. As we got older my two sisters and I all had to help cook. I enjoyed seeing it turn out from what we had started off with. Those nasty potatoes that left crud on your hands? Mom’s mashed taters. That weird hunk of ground beef? Hamburger night!
I love baking because I can do so much with one bowl. I hate doing dishes,  so the less to clean up, the better!


2. Just for fun, what was the best dish you have ever made and what was the worst?
The best was my English muffins. I’m still astonished at how good they were.
The worst…..um….I made a vile beef stew. It was tough, under seasoned and tasteless. Might as well as eaten dog food.

image


3. How did you meet your husband?
Well….he was walking through the church singing at the top of his lungs. Yeah. He does that


image

4. What was your favorite DIY from your wedding?
My tulle wall. It had twinkle lights and tulle and was awesome.

image


5. What was it like growing up in Brazil?
Growing up in Brazil was…awesome. The people are very friendly and the food is awesome. The standard of living is much lower, but.you know what? They’re still happy. You don’t need tons of money or stuff to be happy…every persons basic need is a saving knowledge of Jesus Christ. Outside of that, to learn to be content produces happiness. I miss seeing people who have little be happy. My friends and family in the states have so much….and sometimes that are still not content. It’s just a totally different way of life.


6. How do you want to improve yourself in the next year?
I want to keep my house spotless. Right now it passes as presentable. But seriously,  it needs help.


7. If you could live in another country, where would you live and why?
France. They have croissants.

image

8. What would your ideal kitchen be like? What would the floor plan and structure be like and also what appliances would be on your “dream list”?
Lots of storage!!!! I hate having stuff on my cabinet, but right now my poor little kitchen is full. I actually have two bookshelves under the bar area (because who is going to put bar stools right behind their dining room chairs? Someone seriously didn’t have their coffee the day they laid out my apartment. Don’t even get me started on the guest bath floor plan.) They hold my extra glass pans, blender, rice cooker, stock pots, etc.
So lots of storage, a gas oven, stainless steel appliances, and a double sink. I also would like a window to look out while I do the dishes. then I could put a little plant in the window and it could grow (or die, whatever works for me). A walk in pantry would be amazing, as would somewhere to hide my small appliances.

9. What are some differences you have seen between Living in Brazil vs, Living in the States?
The food here is so processed! When my diabetic mom came, her blood sugar played games with her the whole time she was here.


10. If you had to choose only 5 ingredients to make dinner, what would you choose and what would the dish be?
Chicken, rice, sos mix, broccoli, water. Boom. Chicken and rice for dinner. Love that stuff.